Verão requer cuidados especiais com os pets

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) – agência especializada da Organização das Nações Unidas (ONU) – divulgou recentemente um relatório que aponta o ano de 2016 como um dos mais quentes já registrados em toda a história da humanidade. Esperando altas temperaturas para os meses de dezembro e janeiro, o médico-veterinário Dr. Fabrício Marinho alerta os potiguares para a necessidade de redobrar os cuidados com os pets durante o verão.

Assim como acontece com os humanos, o calor pode se tornar um incômodo para os animais. Para amenizar a sensação de desconforto, os banhos podem se tornar mais frequentes nesta época do ano – desde que se tenha o cuidado de utilizar um shampoo próprio para o animal. No caso das raças com tendências a pelos longos e volumosos a tosa higiênica é uma boa solução. O especialista em cardiologia veterinária do Hospital Veterinário de Natal comenta que é importante não deixar a pele do animal molhada para evitar dermatites úmidas e ficar atento à presença de pulgas e carrapatos.

Durante o verão, a ocorrência de queimaduras nos pets é alta. Para evitar essa situação, o ideal é que os donos de pets adaptem seus horários de passeio – levando o pet para caminhar em horários em que a temperatura é mais amena como no início da manhã ou final da tarde. O uso de meias ou sapatos especiais também ajudam a proteger a pata dos pets. Para os pets com pelagem branca, o uso de protetores solares especiais também é recomendado. Para evitar uma possível desidratação, a vasilha de água do pet deve estar sempre cheia.

O Hospital Veterinário de Natal completa três anos de sucesso este ano. O espaço conta com os mais modernos aparelhos de imagem, emergência com médico à disposição 24 horas e centro cirúrgico. Com clínica médica, cirúrgica e traumatológica, o HVN oferece os serviços de pet-shop, banho e tosa e hotelaria com capacidade para receber até 50 animais, além de exames laboratoriais automatizados e equipamentos de última geração como ecodopplercardiograma, ultrassonografia, radiologia digital,  eletroretinografia, eletrocardiografia e holter. O HVN é o único a fazer cirurgia de catarata em animais no Rio Grande do Norte.

Leia também

Leave a Reply