Alunos de Natal são medalhistas na 19ª Olimpíada Brasileira de Astronomia

Alunos da rede municipal de ensino de Natal obtiveram excelentes resultados na 19ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). A Olimpíada é organizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e pela Agência Espacial Brasileira (AEB), com recursos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

A Escola Municipal Professora Zeneide Igino de Moura, situada no bairro de Cidade Nova, Zona Oeste da capital, foi premiada com quatro alunos medalhistas na 19ª OBA. A estudante Ingridy Caroliny Emiliano Araújo de L. Silva conquistou a medalha de ouro. A estudante Maria Eloisa Pereira da Silva foi agraciada com a medalha de prata, e o bronze foi conquistado pelos alunos Francisco Olavo da Silva Santos e Andressa Kelly Aquino da Silva. Todos eles estão com nove anos e cursando o 3º ano do Ensino Fundamental. Os estudantes foram orientados pela professora Andrea Vasconcelos da Silva.

De acordo com a professora Andrea Vasconcelos, a proposta de trabalhar com a temática “O Universo” junto às turmas de 3º ano partiu da necessidade de os alunos se apropriarem de conceitos básicos relativos ao Universo para participarem da OBA. Neste contexto, a escola trabalhou o projeto “Viajando pelo Universo”. “O grande ganho desse projeto para as nossas crianças é porque parte de um assunto que desperta o interesse infantil. As crianças ficam entusiasmadas por todos os assuntos que falam sobre o céu, a lua, os foguetes e os cometas. Havia também o interesse dos alunos em descobrir mais sobre o espaço, o planeta e os astros”, afirmou a professora.

A medalhista de ouro, Ingridy Caroliny, estava muito contente com a conquista. Ela que tem o sonho de ser escritora, e disse que adora ler e estudar em casa. Falou que apesar de realizar uma prova muito boa, não esperava esse resultado. A mãe de Ingridy, a dona de casa Luita Cristina Emiliano de Araújo, também estava muito feliz com o resultado alcançado pela filha. “Tenho muito orgulho da minha filha, porque ela gosta de estudar e fazer os deveres de casa todos os dias. Eu sempre repito para ela, que nada na vida vem sem esforço”, disse.

A Olimpíada de Astronomia também premiou três alunos com medalhas de prata e bronze na Escola Municipal 4º Centenário, localizada na Av. Floriano Peixoto, Petrópolis. A professora de Ciências, Marília Otaviano Cavalcante de Assis, contou que a iniciativa de trazer astronomia como disciplina extra partiu do interesse dos próprios alunos, que sempre demostraram curiosidade por este assunto. “Em 2013 surgiu a oportunidade de fazer um curso de Astronomia. A partir desse curso começamos a participar da OBA aqui na escola, e depois disso a cada ano temos sempre muitos alunos interessados, mesmo não sendo obrigatório, nem valendo ponto eles querem participa. Isso é ótimo”, declarou a professora.

Leia também

Leave a Reply