Orquestra mexicana faz show inédito em Natal

O Teatro Riachuelo, em Natal, recebe, no próximo dia 9 de outubro, a Orquestra Sinfônica de Xalapa (México).   A turnê é inédita no Brasil e tem estreia no Recife, no dia 7. Serão cinco concertos no país. Com um regente nordestino à frente, este grupo de 94 músicos e mais 12 pessoas da organização desembarcam no próximo dia 5 de outubro no Recife para uma série de apresentações que incluem, além de Natal, Recife, João Pessoa, Rio de Janeiro e São Paulo em seu roteiro de 11 dias pelo Brasil. Alguns dos maiores teatros do Brasil, dentre eles o Theatro Municipal do Rio de janeiro, receberão os músicos mexicanos, que homenageiam, no programa, compositores dos dois países.

Essa será a primeira vez da Orquestra Sinfônica de Xalapa (OSX) no Brasil. Sob a regência do maestro pernambucano Lanfranco Marcelletti há quatro anos, este grupo funciona desde 1929 e é o mais antigo em atividade naquele país.

No comando da orquestra desde 2012, o maestro Lanfranco Marcelletti é recifense e regeu a Orquestra Sinfônica do Recife, nos anos 90, antes de se mudar para os Estados Unidos onde viveu 17 anos. “Sou brasileiro e meu sonho era levar a orquestra para o Brasil para que nossos músicos mexicanos pudessem conhecer o país. A OSX é uma grande orquestra e quero fazê-la conhecida onde for possível”, comenta. Para as apresentações no Brasil, Lanfranco montou um programa em duas partes. A primeira traz uma peça do compositor brasileiro Marlos Nobre e outra do mexicano  Silvestre Revueltas. Já a segunda parte será dedicada à música de Claude Debussy e Richard Strauss.

Lanfranco é reconhecido no cenário da música sinfônica como um dos diretores mais talentosos da nova geração. Busca, em cada apresentação, demonstrar a força de cada instrumento na construção da melodia. Seu estilo de regência é bastante emotivo e contagiante. Marcelletti já regeu orquestras no Brasil, Estados Unidos, Chile, Itália, Espanha e Suiça, entre outros. Além de concertos formais – em que será executado um repertório de música sinfônica brasileira, mexicana e universal, serão realizadas oficinas de instrumentos e música de câmara em instituições de ensino, como o Instituto Baccarelli, em São Paulo, e a Orquestra Criança Cidadã, no Recife.

“Pensamos em trazer a Orquestra também para que houvesse esse intercâmbio cultural, em que os músicos conheçam alguns projetos sociais ligados à música e deixassem um pouco de conhecimento para as crianças e adolescentes brasileiros. Além disso, é uma grande oportunidade do público ouvir, pela primeira vez, peças do repertório sinfônico mexicano”, explica Ludmila Portela, produtora da turnê através da Verbo Assessoria, empresa que se associou à Tangram Cultural na realização desta empreitada.

Em Natal, a entrada custará R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). Os ingressos poderão ser retirados na bilheteria do teatro. A lotação do teatro é de 1.518 lugares.

A Orquestra

A Orquestra Sinfônica de Xalapa foi fundada em 1929 pelo governador de Veracruz, um aficionado por música clássica. Nessa época, a orquestra tinha 38 músicos. Hoje são mais de 100. Em 1975, a OSX passou a ser mantida pela Universidad Veracruzana. Com apresentações em países como Alemanha, Bélgica, Holanda, Luxemburgo e Guatemala, foi aclamada como a “principal embaixadora da criatividade e da música mexicana”.

Alguns solistas de renome internacional, como Plácido Domingo, Claudio Arrau, Mstislaw Rostropovitch, Emil Gilels, Ruggiero Ricci, Jorge Federico Osorio e Javier Camarena já participaram de concertos na orquestra, uma das mais conhecidas do México. Antes de Lanfranco Marcelletti, a OSX já havia passado pelo comando de outros diretores com fama mundial, tais como Hermann Scherchen, Fritz Reiner, Neeme Jarvi, Eduardo Mata, Jorma Panula e Krzysztof Penderecky.

Sua sede, o Centro Cultural Tlaqná, é uma das mais proeminentes da América Latina, tendo sido projetada pelo arquiteto americano Larry Kirkegaard. A formação de público entre os jovens é umas das preocupações da direção da orquestra, que já realizou flashmobs em um shopping de Xalapa e um concerto com um programa dedicado apenas a músicas de filmes, como Star Wars.

Leia também

Leave a Reply